Menu
Fechar

Envie seu trabalho!

Preencha com seus dados e envie o arquivo em pdf.
Nome

E-mail

Escolha a seção

Enviar arquivo (.pdf)

Voltar

As meninas do basquete nas Olimpíadas


O Basquete começou a participar dos jogos olímpicos como esporte de demonstração nos jogos de St.Louis, em 1904, apenas 13 anos depois de ser inventado nos Estados Unidos. Mas o esporte só se tornou esporte olímpico oficialmente em 1936 nos jogos de Berlim.

As mulheres ainda tiveram que esperar mais 40 anos para disputar a primeira partida olímpica.  E não foi um processo fácil! As mulheres tiveram grande oposição por parte dos integrantes do Comitê Olímpico Internacional que não admitia a participação delas nos jogos. “Na época, os dirigentes alegam que as mulheres não tinham senso de equipe e gritavam muito.”, conta a historiadora Claudia Guedes, autora do documentário Mulheres à Cesta.

Até que a participação das mulheres foi aprovada para os Jogos Olímpicos de 1968, no México, mas a inserção do basquetebol feminino só aconteceu nos Jogos Olímpicos de Montreal, Canadá, em 1976. Na época, participaram desta edição apenas 6 seleções e a União Soviética foi a campeã.

Brasil

A seleção brasileira feminina de basquetebol estreou em um torneio olímpico em 1992, nos Jogos de Barcelona, na Espanha. Nesta edição, a União Soviética foi a campeã e o Brasil ficou com o 7º lugar, com duas vitórias e três derrotas.

Na Olimpíada seguinte o Brasil fez bonito. Altamente credenciada pelo título mundial conquistado em 1994, na Austrália, a seleção brasileira feminina chegou nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, como a provável adversária dos Estados Unidos na disputa pelo ouro. Não deu outra coisa. As duas equipes chegaram à decisão no dia 4 de agosto de 1996 com 7 vitórias e nenhuma derrota. E as americanas acabaram vencendo por 111 a 87 e o Brasil ficou com a medalha de prata, a primeira do basquetebol brasileiro feminino.

Nos Jogos Olímpicos de Sidney, na Austrália, as nossas meninas ficaram com o bronze depois de vencer a Coréia do Sul por 84 a 73. A seleção brasileira feminina, mais uma vez, chegou brigando pelo pódio na Olimpíada de Atenas, em 2004. Na disputa do bronze, as nossas meninas fizeram uma boa partida, mas foram derrotadas pela Rússia por 71 a 62, ficando com o 4º lugar geral.

Desde então, o Brasil não conseguiu mais medalhas olímpicas no basquete feminino. O desempenho foi ruim em Pequim-2008 e em Londres-2012, quando país foi eliminado na primeira fase da competição e encerrou ambas as olimpíadas com apenas uma vitória em cinco partidas disputadas. E no Rio-2016, a equipe teve seu pior desempenho em Olimpíadas: cinco derrotas em cinco partidas disputadas.

Desde sua primeira participação em Jogos Olímpicos, em Barcelona-1992, a seleção feminina de basquete nunca tinha terminado uma Olimpíada sem conseguir vencer ao menos uma das partidas.

Jogos Olímpicos

1992 – 7° lugar

1996 – Prata

2000 – Bronze

A CBB apoia este site

CBB
© Copyright 2020 - Mulheres à Cesta. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito.
Fale conosco – [email protected] - Site by Miss Lily.
Utilizamos cookies para melhorar sua experiência on-line. Ao continuar a navegar no site, você concorda com a nossa "Política de privacidade"
Você pode retirar seu consentimento a qualquer momento, alterando a configuração do navegador e removendo os cookies armazenados. Saiba mais.
Concordo