Menu
Fechar

Envie seu trabalho!

Preencha com seus dados e envie o arquivo em pdf.
Nome

E-mail

Escolha a seção

Enviar arquivo (.pdf)

Voltar

Em memória ao basquetebol
Criado em 2018, o Memorial do Basquete de Ponta Grossa (MBPG) tem como missão resgatar a memória do Basquete da cidade.

Para isso, no ano passado, a Associação do Memorial do Basquete inaugurou o primeiro museu do basquete no Brasil que conta com um acervo de 60 troféus e de 40 a 50 medalhas históricas, além de mil fotografias e todo o material que pertencia ao ícone do basquete de Ponta Grossa, Mayr Facci.

Conhecido como ‘mão de gato’, May Facci atuou pela Seleção Brasileira. Ele participou de dois Jogos Olímpicos, em 1952 e 1956; do Campeonato Mundial de Basquetebol Masculino de 1954, no Rio de Janeiro; do Pan de 1955, no México; e da Liga Sul-Americana de Basquete por quatro vezes, além de ter sido oito vezes campeão paranaense.

Ao todo, ele marcou 150 pontos em 30 jogos pela seleção em competições oficiais. A primeira cesta do Ginásio Maracanãzinho foi feita por Facci. A carreira vitoriosa rendeu a ele a criação do Torneio Mayer Facci, para veteranos do esporte na cidade. Mayr Facci faleceu em 2015, aos 87 anos. em Ponta Grossa.

Sul-Americano Feminino de 1954

Com o objetivo de fomentar a pesquisa escolar e científica do basquete, e disponibilizar aos alunos das redes públicas e privadas de ensino, um vasto material para que possam descobrir mais sobre o basquetebol, o Museu do Basquete de Ponta Grossa produziu um vídeo que conta a história da seleção feminina campeão sul-americana de 1954, que deu início à hegemonia do continente. O conteúdo pode ser visto no canal do museu no Youtube

Nas 28 edições disputadas do Sul-Americano, de 1946 até 2003, o Brasil ganhou 19 medalhas de ouro, cinco de prata e duas de bronze. As brasileiras que detém o título invicto na América do Sul desde 1986.
As seis brasileiras com o maior número de participações nos Sul-Americanos são: Delcy Marques (9 campeonatos e 7 títulos), Norma de Oliveira, a Norminha (9 campeonatos e 6 títulos), Maria Paula Gonçalves da Silva (6 campeonatos e 5 títulos), Maria Helena Cardoso (6 campeonatos e 3 títulos), Maria Helena Campos, a Heleninha (6 campeonatos e 3 títulos) e Martha Kampmann (6 campeonatos e dois títulos).

A CBB apoia este site

CBB
© Copyright 2020 - Mulheres à Cesta. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito.
Fale conosco – [email protected] - Site by Miss Lily.
Utilizamos cookies para melhorar sua experiência on-line. Ao continuar a navegar no site, você concorda com a nossa "Política de privacidade"
Você pode retirar seu consentimento a qualquer momento, alterando a configuração do navegador e removendo os cookies armazenados. Saiba mais.
Concordo